25 julho 2017

resenha literaria: Depois dos quinze - quando tudo começou a mudar.


Yai meu povo! Já estava com saudades e o post de hoje e de uma das coisas que mais gosto de falar: LIVROSSSS! Sinta a alegria e amor só de digitar ( Haha’), o habito da leitura precisar ser incentivado e conservado, precisamos de mais pessoas amando os livros, cheirando os livros, colecionando livros, justamente por isso não abro mão de falar deles sempre que possível, cada resenha liberada ( por mais simples que seja) é feita com todo carinho. O livro de hoje eu já tinha resenhando antes e é um dos meus queridinhos, (eu consigo fazer uma lista disso gente? Nãooo!) esses dias em uma de minhas arrumações peguei ele para ler novamente e decidi que tinha que falar dele aqui. 

Livro: Depois dos quinze-Quando tudo começou a mudar
Autor(a): Bruna Vieira
Editora: Gutemberg
Páginas: 200
Sinopse: skoob

A HISTORIA


O depois dos quinze e o primeiro livro da blogueira do interior de Minas, mais precisamente de Leopoldina, nesse livro foram reunidos diversos contos e crônicas que eram postados em seu blog e também alguns exclusivos. Bruna relata sua vida, seus sofrimentos, seus problemas com aceitação, suas dificuldades com a timidez e consequentemente em fazer amigos, suas decepções, de seus amores que deram certo ou não, de mudanças que acontecem naturalmente em nossas vidas com o passar dos anos, com o crescimento, do tempo e do que ela acredita que seja viver, em meio a tanto sentimento a autora nos conta sobre sua vida e seus planos, mostrando que é uma garota simples com grandes sonhos, que achou na escrita a melhor forma de superar e vencer problemas.


O QUE ACHEI


O livro tem como publico alvo os adolescentes, sendo do gênero infanto- juvenil (sim, eu ainda gosto haha), foi lançando pela editora gutenberg que eu tenho um certo amorzinho, talvez por seus títulos, mas principalmente pelo capricho com os livros, não sei se acontece com todo mundo, mas eu amo capas e as da gutenberg são sempre bem feitas e com detalhes, gosto da textura das folhas, são firmes, eu tenho problemas na visão é transparência me causa incomodo na hora da leitura, sabe aqueles livros que as folhas são tão fininhas que você consegue enxergar as letras do outro lado? Então, isso é horrível (pelo menos para mim), o tamanho da fonte é bem agradável (para meu nível de cegueira).
Como se trata de um livro de contos e crônicas a leitura e rápida e dinâmica, já que são abordados diversos assuntos, com leitura simples pode se perceber com facilidade a mudança que acontece na vida de quem conta a historia, ficam nítido diversos medos e também como o sentimento de solidão e presente e comum para o ser humano, mas em determinado momento, com as experiências vivenciadas percebe-se a força e o crescimento dos textos quando tudo começa a mudar para aquela garota e agora ela sabe muito mais da vida.
Acredito que seja interessante ler algo assim quando se esta na fase da adolescência, não é clichê, realmente é uma fase complicada, onde a maioria se sente bastante perdido e sozinho, em meio a isso encontrar um livro tão verdadeiro e cheio de sentimento fica bem fácil se identificar e perceber que assim como nos contos e como a própria autora a vida tem mesmo altos e baixos, que o mais importante e tentar superar e que tudo isso vai passar, que é possível ser feliz, encontrar um amor, se realizar e fazer aquilo que se ama, tudo no seu tempo.



2 comentários:

  1. Oie
    Ainda não li esse livro da Bruna Vieira,mas sou apaixonada pela capa
    Eu tenho essa mesma queda que você pelas capas da Guttenberg , são lindas 😊Não posso dizer da eďição porque ainda não tive contato com os fisicos da editora.

    Pela sua resenha parece ser bem legal

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Babi! se tiver um tempinho e um livro que creio que vale super a pena ler! as capas são fofas ne? confesso, que as capas me influenciam hahah'
      obrigada pela sua visita e carinho! <3

      Excluir