01 janeiro 2018

As ilustrações de Andy Reis (unicorniante)

Yai, meus amorinhos! Como vocês estão?  A maioria com certeza esticando o cochilo já que ontem foi dia de comemoração, a proposito UM FELIZ ANO NOVO PARA TODOS! Que 2018 seja um ano incrivelmente melhor para nosso país, para o mundo, vamos SONHAR que ainda e de graça e faz bem ao coração <3 Creio que todos já fizeram suas listinhas, mesmo que não tenha posto no papel é quase impossível não ter pelo menos um desejo em mente e claro muita vontade de realizar, nos também já traçamos algumas metas para o blog e esperamos que tudo de certo e seja abençoado por DEUS!

Nesse clima de leveza trago para vocês (como podem conferir no titulo da postagem HOHO’) ilustrações, sim! Quem me conhece sabe que adoro ilustras, as fofas então ganham meu coração, tem dias que fico visitando sites e conferindo o que a galera mais talentosa esta criando por ai e é cada coisa de impressionar, nessas minhas “andanças” pela net encontrei por acaso a pagina da Andy Reis, que se chame UNICORNIANTE (Eu amei o termo!) e foi justamente pelo nome que tive acesso as ilustrações maravilhosas dessa moça, sempre fui apaixonada por unicórnios, creio que desde que assisti Sara em Cavalo de fogo (alguém lembra?) e também em caverna do dragão, naquele episodio cheio de unicórnios, amei a força magica que esses seres trazem consigo e de lá para cá o amor só aumentou, por um acaso ou não, esse ano que passou (ontem!) teve um destaque imenso para esses seres e eu achei lindo e assim acabei encontrando em uma pesquisa a arte da Andy e a cada postagem eu babo mais, porque não e só fofura, ela expõe mesmo que de forma delicada ( brincalhona) suas opiniões e acidez contra as loucuras que ainda vivemos nesse mundo, assuntos sérios abordados na arte. 
Para conhecer mais do trabalho e também da ilustradora e só clicar AQUI! 
Já adianto a vocês que é apaixonante, cores e traços, mas principalmente o conteúdo e transparência que ela retrata, uma arte inteligente que causa admiração e também reflexão. ( respeito, amor próprio, padrões, sexualidade, força...). 















Nenhum comentário:

Postar um comentário